sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Spin Offs de Star Wars

Com o primeiro "Star Wars Story" tendo dado tão certo, é claro que a Disney vai apostar em muitos outros no futuro. Fora o já definido filme do Han Solo vindo aí em 2018 (e não tenho dúvidas de que se tornará no mínimo uma trilogia), quais outros Spin Offs vocês gostariam de ver?

Pensei em algumas propostas:
 

Doutora Aphra - A personagem surgiu como coadjuvante nos quadrinhos do Vader e já ganhou sua série própria. Por que não migrar também para a telona? Ela é basicamente uma mistura de Indiana Jones com Han Solo, não teria como dar errado.
Acompanharíamos a arqueóloga espacial buscando itens antigos e expandindo ainda mais a mitologia da série.

Kenobi - adoraria ver alguma coisa com o jedi entre os episódios III e VI. Um western, algo como um Bravura Indômita em Tatooine, quem sabe?

Knights of Ren - um filme prelúdio contando mais sobre o tempo entre o Retorno de Jedi e o Despertar da Força pelos olhos desses cavaleiros. Poderíamos descobrir afinal quem é Snoke e como surgiu a Primeira Ordem por aqui. O momento certo para este filme seria entre os Episódios VIII e o IX. Darth Vader - adoraria ver o Sith atuando como um Hans Landa do Bastardos Inglórios, em sua busca pelos últimos jedis. Claro, ele não poderia ser o personagem principal, e mais alguma coisa deveria acontecer no filme. Neste Spin Off poderíamos ter duas linhas do tempo, conhecendo também a origem de Palpatine, além de ver melhor a relação entre o Imperador e seu aprendiz. Knights of Old Republic: Acho péssima a ideia de um filme solo do Yoda, mas se este filme (ou trilogia) misturasse a origem do mestre com elementos da história do famoso game (se passando uns 800 anos antes da batalha de Yavin, e não 4000 como no jogo) poderia ficar bem interessante.
Veríamos o ataque da armada de Darth Malak à República e ao fim a suposta "extinção" dos Siths. Yoda poderia ser um personagem secundário, talvez padawan do jedi principal do filme (interpretado por um ator de carne e osso).

Uma última aposta, esta a mais ousada de todas, seria utilizar o atual ator do Han Solo e adicionar novos interpretes para Luke e Leia para fazer novas aventuras pós-Retorno de Jedi. Já é cânone que o Império durou mais um ano depois da morte do Imperador, terminando oficialmente na Batalha de Jakku. Seria arriscado demais trazer os personagens clássicos para esta última aventura?

E você, quais Spin Offs de Star Wars gostaria de ver?

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Danilo Awards 2016


Fim de ano: época de amigo secreto, comer panetone e fazer listinha de melhores!
Vamos então à edição 2016 do Danilo Awards com meus álbuns, séries de tv e filmes preferidos lançados neste ano.

Álbuns

 

5 -The Rolling Stones - Blue and Lonesome
A volta às origens do Rolling Stones não podia ser melhor!
Blue and Lonesome resgata 14 blues clássicos que os Stones dão sua própria roupagem. E ficou muito foda!







 

4 - Black Mountain - IV
Sempre gostei da banda, mas acredito que é em IV que eles finalmente conseguiram fazer um álbum de qualidade do começo ao fim, sem encher linguiça. 











3 - Deftones - Gore
Deftones é uma daquelas bandas que não erra nunca. E Gore é meu preferido deles desde o White Pony.





 



2 - Rival Sons - Hollow Bones
Rival Sons continua sendo a melhor banda de rock dos anos 2010. Hollow Bones mantém o nível dos demais e traz a melhor composição dos caras até aqui: Hollow Bones Pt II.






1 - Metallica - Hardwired... to Self Destruct
É claro que não é o "melhor disco do ano". Mas ouvir minha banda preferida de metal fazendo um bom álbum depois de tanto tempo foi o que mais me emocionou na parte musical em 2016.
Gosto do Hardwired todo, sem pular nenhuma música, mas é a sequência que começa na Dream No More (que é uma espécie de Sad But True deste CD) e vai até o fim apocalíptico com  Spit Out The Bone, que me conquistou de verdade.
Longe da "volta as raízes" totalmente forçada do Death Magnetic, Hardwired tem uma cara própria, ainda que faça ecos de praticamente toda a discografia do Metallica (com exceção do St Anger). O CD parece um grande amalgama da fase thrash com o Black álbum e mesmo com o Load/Reload, mas que soa orgânico e novo. 


Séries

 

5 - Game of Thrones (Sétima temporada)
No geral, a temporada foi bem lenta e sem gracinha, mas os 2 episódios finais, e mais uns 2 pelo meio da temporada, foram alguns dos melhores da série toda até hoje e garantiram o lugar de GoT aqui no meu TOP 5.



 


4 - The Night of (Primeira temporada)
Drama policial que mostra todos os aspectos de um crime: vítima, acusado e seus familiares, advogados, vida na prisão... Roteiro, direção, fotografia, atuação, tudo nessa série é perfeito.


 

 3 - Westworld (Primeira temporada)
Nos dois primeiros episódios não entendi nada. Conforme a série foi evoluindo fui ficando cada vez mais maravilhado. Acho que esta é a grande série de Sci-Fi desde Battlestar Galáctica.



 


2 - Penny Dreadful (Terceira temporada)
Melhor temporada desta grande série. Uma pena que os dois últimos episódios foram claramente apressados por conta do cancelamento (ficando bem abaixo dos demais em termos de qualidade), mas toda o restante compensou. Vai deixar saudade.




1 - Black Mirror (Terceira temporada)
Eu estava meio preocupado com a volta de Black Mirror devido a mudança para a NetFlix e pelo número de episódios muito maior do que nas duas temporadas anteriores. Porém esta terceira temporada não só cumpriu as expectativas como as excedeu. Este foi sem dúvida o melhor conjunto de episódios da série até aqui.
Além da ansiedade pela quarta temporada, eu também gostaria muito de ver uma série derivada de Hated in the Nation ou que pelo menos aquelas personagens voltassem para um episódio novo por temporada daqui para frente.

Filmes

 


5 - Kubo e as Cordas Mágicas
Animação maravilhosa em todos os aspectos. 






 


4 - Ave, César
Irmãos Coen e seu humor particular em mais um filme incrível. Não deve nada para clássicos da dupla como O Grande Lebowski.




 
 3 - Capitão América: Guerra Civil
Melhor filme de Super-herói desde o Batman The Dark Knight. Ao contrário do concorrente Batman v Superman, Guerra Civil teve um roteiro que soube construir muito bem a rivalidade entre seus heróis. E ainda tem a cena mais épica dos filmes do gênero até hoje!



 
2 - A Chegada
Nos últimos anos temos tido grandes Sci-Fi no cinema e A Chegada fica fácil entre os melhores de todos. Profundo e inteligente, para mim este filme é melhor até do que clássicos consagrados do gênero como Contatos Imediatos
Só não coloquei em primeiro lugar da lista porque...


1 - Rogue one
Que filme! Corajoso e pesado. De um jeito que poucos imaginariam que a Disney faria. O roteiro é muito bem amarradinho e inteligente, trazendo excelentes arcos dramáticos e cenas de ação incríveis (o terceiro ato é sensacional, a batalha espacial é sem dúvidas a melhor da série). Durante todo o tempo temi pelos heróis e fiquei instigado pelo que viria a seguir (mesmo tendo ideia do que seria).
Achei incrível como diretor e roteiristas conseguiram costurar fan services inúmeros de forma à criar uma história coesa e empolgante, que expandiu bastante a mitologia da saga. 
Tenho visto uma tendencia da crítica e fãs dizerem que os personagens não são bons. Concordo que não tem ninguém com o carisma da Rey ou do Finn, para comparar com o outro filme Disney, mas para mim ficou claro que a ideia aqui era produzir uma película history driven ao invés de character driven como foi o Force Awakens. Além disso, os heróis deste filme são sem dúvida nenhuma os mais complexos e tridimensionais de toda a franquia, trazendo aspectos da rebelião que nunca tínhamos visto.
O design de produção é maravilhoso. Neste quesito este filme dá de 7x1 no Force Awakens com suas novas naves, planetas, cidades e criaturas.
O uso do Vader foi perfeito! Na medida. Apareceu pouco, para não causar desgaste no personagem, e de forma cruel e precisa. Imagino a tentação do diretor em ter o Sith em tela por mais tempo. Ainda bem que se segurou.
Os pontos negativos ficam por conta da trilha sonora sem graça e dos personagens digitais. A ideia é legal, a homenagem é bonita... mas eles destoam do restante do filme. Podiam simplesmente ter escalado e maquiado novos atores.
Este filme se coloca ao lado dos originais de forma perfeita. Esta sim é a verdadeira prequel dos Episódios IV à VI, e não aquele lixo de filmes do Anakin e cia. A partir de agora acho que vai ser impossível assistir à trilogia clássica da mesma forma. Rogue One vai figurar para sempre como parte da história e deve ser visto junto com os antigos. De preferência em uma sessão dupla com o Nova Esperança. 
Diria até que já não é mais a "trilogia clássica" e sim a "quadrilogia clássica" de Star Wars.